Comida, o básico

“Comida” é simplesmente as substâncias que eu, você e todas as criaturas vivas necessitam consumir para poder funcionar e viver. As moléculas que consumimos são utilizadas como combustível e blocos de construção para sustentar e dar energia a todas as partes que constituem o nosso corpo. A maioria das substâncias que necessitamos são encontradas em outros organismos vivos bem como plantas. Eles são o que o nosso corpo está buscando quando comemos comida.

Comida é água

Células – O bloco de construção de todas as coisas vivas – parecem como pequenas bexigas de água. É por isso que geralmente quase todos os alimentos frescos consistem de água, até mesmo depois de cozidos. A razão de um alimento ser “suculento” é por que ele contém água. A Água é um bom indicador de temperatura, pois quando ferve significa que, se você estiver ao nível do mar, a temperatura será de 100°C. A água ferve a temperatura um pouco mais baixa quando em altitudes mais altas.

O corpo humano consiste basicamente de 60% de água. Água é essencial para praticamente todos os processos químicos que ocorrem continuamente dentro de nosso corpo.

Comida é proteína

As proteínas são o bloco de construção da carne, peixe, ovos e até de laticínios. Proteínas são também encontradas em quantidades menores em frutas e vegetais. Nozes, leguminosas e soja são os vegetais que mais contém proteína no reino vegetal. Nós necessitamos de proteínas para o crescimento e manutenção dos músculos e tecidos de nosso corpo, bem como para a produção de hormônios, enzimas, anticorpos e para controlar os fluidos corporais.

Proteínas, por outro lado, consistem-se de aminoácidos. Como o nosso corpo não produz os aminoácidos mais importantes sozinho, ele necessita consumir alimentos ricos em proteína.

Comida é carboidratos

Carboidratos são geralmente uma fonte de energia. Nossos intestinos reduz eles ao seu menor tamanho e o sangue os carrega até as nossas células onde eles são queimados e viram água e dióxido de carbono que nós exalamos. Carboidratos não se mudam ou são vulneráveis ao calor como as proteínas, mas como já sabemos, se cozinhamos muito o macarrão ou batatas, elas não ficam boas. Carboidratos são divididos em dois tipos:

  • Carboidratos rápidos: as moléculas ocorrem individualmente ou em pequenos grupos, tornando fácil a tarefa do intestino de quebrar e digeri-los. Todos os tipos de açúcar contém carboidrato rápido.
  • Carboidrato lento: As moléculas ocorrem em grupos mais complexos e agrupamentos maiores, assim levam mais tempo para serem digeridos. Eles são geralmente encontrados no amido, batata, plantas leguminosas, trigo, arroz, macarrão, etc (O problema com os carboidratos na farinha branca, arroz polido, é que eles foram tão processados e refinados que poderiam ser considerados como carboidrato rápido.)

Fibras de plantas, celulose, também consiste de carboidratos, mas a estrutura molecular deles é tão longa e complexa que o estômago não consegue quebra-los em partes menores o suficiente para serem absorvidas dentro da corrente sanguínea.

Comida é gordura.

A gordura é extraída tanto das células animais como das células vegetais, podem ser sólidas, semi-sólidas ou óleos líquidos. A gordura ocorre na maioria das células e possuem o dobro da habilidade para armazenar energia se comparado as proteínas e aos carboidratos. As camadas de gordura nos animais serve também como isolamento térmico.

Comida muito gordurosa pode ter consequências negativas no seu coração e na sua corrente sanguínea, mas ao mesmo tempo que seu excesso faz mal, a sua falta também o faz, pois necessitamos da gordura para absorver as vitaminas e anti-oxidantes que são lipossolúveis (se diluem na gordura), abaixo algumas coisas que você deveria saber sobre a gordura:

  • Gordura saturada: derrete a uma temperatura mais alta do que a gordura não saturada. As gorduras que são mais ou menos sólidas em temperatura ambiente são geralmente saturadas e são também geralmente encontradas em carnes e laticínios.
  • Gordura mono-insaturadas: geralmente encontram-se em estado líquido em temperatura ambiente, são encontradas facilmente no óleo de oliva ou no óleo de colza.
  • Gorduras poli-insaturadas: Estas ficam rançosas mais rapidamente do que outras gorduras graças a sua composição química instável. abacate, nozes e óleo de peixe são fontes de gordura poli-insaturada
  • Gordura trans: é gordura hidrogenada (processada) que é utilizada na produção de alimentos que necessitem um longo armazenamento, como por exemplo comida industrializada.

Comida é vitaminas e minerais

Vitaminas e minerais não adicionam calorias e não podem ser detectados a olho nu e mesmo assim eles são nutrientes vitais que devem ser incluídos no cocktail de moléculas que nós chamamos de comida. Nós os ingerimos através de alimentos frescos dos reinos animal e vegetal. Existe alguma verdade na crença de que uma dieta colorida e variada é também nutritiva.

Moléculas são comida

Com o conhecimento sobre comida e como o cozimento afeta todos os blocos construtores que fazem a comida, você descobrirá muitas maneiras de melhorar suas técnicas e processos na cozinha. Por exemplo, a água pode ser alcalina, neutra ou ácida e isso pode afetar o cozimento a um nível molecular e depois disso em todos os outros níveis.

Proteínas são as moléculas mais sensíveis quando você cozinha. O calor faz a proteína coagular, isso ocorre quando você cozinha carne, peixes e ovos. Carboidratos podem ser degradados em fibras, que podem engrossar o seu molho e a gordura faz a sua comida mais saborosa.

Os menores blocos de construção da comida, as moléculas, é disso que estamos falando, e é sobre isso que você deve aprender.

Fonte: diversos livros e sites de culinária.