Delicioso! simples, rápido e fácil! opção perfeita para um jantar a dois.

Filé mignon com molho de cogumelo e vinho Merlot

Ingredientes:

  • 500 g de filé mignon;
  • 4 colheres de sopa de manteiga sem sal;
  • 350 g de cogumelo porto bello;
  • 1 cebola pequena;
  • 4 dentes de alho;
  • 1 colher de sopa  de folhas de alecrim;
  • 100 ml de vinho Merlot;
  • 300 ml de caldo de carne;
  • 200 ml de creme de leite fresco;
  • Sal e pimenta a gosto.

Modo de fazer:

Antes de começar a cozinhar, é melhor deixar os ingredientes prontos pois o tempo de cozimento é muito breve.

Com uma toalha de papel, limpe gentilmente os cogumelos e depois fatie em fatias grossas, reserve.

Pegue os galhos de alecrim e tire as folhas, raspando com os dedos, até obter a quantidade necessária.

Utilize o caldo de carne de sua preferência ou ferva 300 ml de água e dissolva um cubo de caldo de carne, opte por aqueles com pouco sódio.

Corte a carne em medalhões de aproximadamente 3 cm de espessura.

Pique a cebola em pedaços pequenos e triture o alho.

Passo 1:

Refogue o cogumelo com 2 colheres de sopa de manteiga, quando estiver macio adicione a cebola, continue mexendo de tempos em tempos para não queimar. Quando a cebola estiver transparente adicione o alho e o alecrim, continue mexendo até que o alho e o alecrim comece a soltar seu aroma, reserve.

Passo 2:

Seque os medalhões de carne com uma toalha de papel, tempere com sal e pimenta a gosto e frite com o restante da manteiga, observe o ponto da carne a seu gosto, reserve.

Passo 3:

Na mesma panela em que fritou a carne, adicione o vinho. Enquanto ferve mexa para soltar o resíduo da fritura da carne, quando estiver reduzido em 2/3 do volume inicial, adicione o caldo de carne, mexa as vezes e quando reduzir novamente para 2/3 do volume, adicione o creme de leite e cozinhe mais um pouco.

Retorne a carne e o cogumelo refogado a panela, espere o molho voltar a ferver e sirva.

O acompanhamento ideal é arroz e batata palha ou batata sauté

Serve 2 pessoas

Obs: Caso resolva dobrar a receita, seria interessante ao invés de dobrar a quantidade de cogumelo, misturar outro tipo, por exemplo o Paris.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *